CNMAC 2012 - 34º Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional

Prêmios de Graduação e Pós-Graduação da SBMAC

Prêmio de Iniciação Científica da SBMAC

''

A Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC) instituiu o prêmio Beatriz Neves para incentivar a participação de alunos de Graduação em atividades de Iniciação Científica (IC) no âmbito de Matemática Aplicada e Computacional. Qualquer aluno de Graduação que tenha realizado um trabalho de IC nessa área pode submetê-lo para concorrer ao prêmio, que era concedido pela SBMAC anualmente e, a partir de 2012, será concedido a cada dois anos. Tradicionalmente o prêmio é entregue na cerimônia oficial de abertura do Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional (CNMAC).

O nome do prêmio é uma homenagem à Profa. Beatriz Neves (1935-1986), que atuou no Instituto de Matemática da UFRJ. Um depoimento sobre a sua pessoa e sua carreira acadêmica encontra-se aqui.

Coordenador – Iniciação Científica

Andre L. L. Aquino

Endereço para envio dos trabalhos impressos e uma cópia digital desses documentos em CD-ROM:

Andre L. L. Aquino
Instituto de Computação, Universidade Federal de Alagoas
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n
Tabuleiro do Martins
57072-970 Maceió – AL

Premiados 2012

2012 Aluno, instituição e título do trabalho Orientador(es)
1º Lugar Luiz Eduardo Queiroz
Departamento de Engenharia Mecânica, UFPE
Utilização de uma formulação do método dos volumes finitos não-linear para a simulação de escoamentos bifásicos em meios porosos anisotrópicos
Darlan Karlo Carvalho e Paulo Roberto Lyra (co-orientador)
2º Lugar Rafael Cano
Instituto de Computação, UNICAMP
Otimização de mapas de símbolos proporcionais com ma heurística GRASP
Cid Souza e Pedro Rezende (co-orientador).
3º Lugar Fábio Matsunaga
Departamento de Computação, UEL.
Simulação de crescimento e desenvolvimento de erva-mate em três dimensões através de um modelo computacional
Jacques Brancher, Miroslava Rakocevic

Prêmio de Pós-Graduação da SBMAC

A concessão do Prêmio de Pós-Graduação da SBMAC foi iniciada no XXV CNMAC, realizado em 2002. Este prêmio, nas categorias de Doutorado e Mestrado, passou então a ser concedido anualmente à melhor tese de Doutorado e à melhor dissertação de Mestrado submetidas à Comissão Julgadora e, a partir de 2012, será concedido a cada dois anos.

Periodicamente, a SBMAC presta homenagem a pessoas que deram uma contribuição significativa para Sociedade com a nomeação deste prêmio. A primeira pessoa homenageada foi o Prof. Paulo Jorge S. Paes Leme (1948 -1996), em 2002. O Prof. Paulo Jorge atuou na PUC-RJ e no IPRJ/UERJ, e foi Presidente da SBMAC no biênio 1985-1987. Depoimentos pessoais sobre o Prof. Paulo Jorge podem ser lidos aqui. Posteriormente, o Prof. Guilherme Maurício Souza Marcos de la Penha (1942-1996) foi o homenageado de 2003 a 2005. Um depoimento sobre o Prof. de la Penha encontra-se nesta página.

Os prêmios concedidos em 2006, 2007, 2008, 2009 e 20010 e a ser concedido em 2012 homenageiam o Prof. Odelar Leite Linhares (1926 - 2005), que foi um dos fundadores e o primeiro Presidente da Sociedade. Depoimentos pessoais sobre o Prof. Odelar podem ser lidos aqui.

Coordenador - Mestrado

Carlos Hoppen

Endereço para envio dos trabalhos impressos e uma cópia digital desses documentos em CD-ROM:

Carlos Hoppen
Instituto de Matemática - UFRGS
Avenida Bento Gonçalves, 9500
Prédio 43.111
91509-900 Porto Alegre-RS
Telefone: 3308-6205
E-mail: [email protected]

Coordenador - Doutorado

Ernesto G. Birgin

Endereço para envio dos trabalhos impressos e uma cópia digital desses documentos em CD-ROM:

Ernesto G. Birgin
Instituto de Matemática e Estatística
Rua do Matão, 1010, Cidade Universitária
05508-090 São Paulo-SP.
email: [email protected]

Premiados 2012

2012 Aluno, instituição e título do trabalho Orientador(es)
Mestrado Marcelo Castilho Couto (UNICAMP)
Um Algoritmo Exato para um Problema de Galeria de Arte
Cid C. de Souza e Pedro J. de Rezende (co-orientador)
Doutorado Abraão David Costa do Nascimento (UFPE)
Teoria Estatística da Informação para Dados de Radar de Abertura Sintética Univariados e Polarimétricos
Alejandro César Frery Orgambide e Renato José de Sobral Cintra(co-orientador)
Menção Honrosa (Mestrado) Eliseu Fritscher (UFRGS)
Propriedades espectrais de um grafo
Vilmar Trevisan
Menção Honrosa (Mestrado) Fábio J. Margotti (UFSC)
Métodos tipo Newton inexatos para problemas inversos
Antônio C. G. Leitão
Menção Honrosa (Doutorado) Welington Luis de Oliveira (UFRJ)
Métodos de feixes inexatos aplicados à programação estocástica
Susana Scheimberg de Makler e Claudia Alejandra Sagastizábal

Informações Gerais sobre o Processo de Submissão, Classificação e Premiação dos Trabalhos

  1. Serão aceitos trabalhos de alunos de cursos de Graduação e de programas de Pós-Graduação em qualquer área, desde que os trabalhos tenham um conteúdo significativo em Matemática Aplicada e Computacional.
  2. Serão considerados para avaliação os trabalhos concluídos no período de 1º de julho de 2010 a 31 de março de 2012. No caso de tese de Doutorado e de dissertação de Mestrado, deverá ser enviada uma cópia da ata de defesa juntamente com o trabalho.
  3. Não existe um formato específico para submissão dos trabalhos e também não há limitação de número de páginas para os Prêmios de Mestrado e Doutorado. No entanto, para o Prêmio de Iniciação Científica da SBMAC o limite é de 20 páginas. Os autores que tiverem já preparado um texto maior podem disponibilizá-lo, se quiserem, em algum site (de preferência institucional), bastando que no texto submetido (de até 20 páginas) citem o endereço do site para consulta. A estruturação e apresentação do trabalho são dois aspectos que usualmente são analisados pela Comissão Julgadora.
  4. A SBMAC sugere que cada aluno autor de trabalho submetido para a competição (Doutorado, Mestrado, e Iniciação Científica) mantenha atualizado o respectivo currículo na Plataforma Lattes.
  5. Classificação e Premiação:
    • Na categoria de Iniciação Científica haverá classificação em 1º, 2º e 3º lugares.
    • Para o prêmio de Pós-Graduação será indicado apenas o 1º lugar, tanto na categoria de Mestrado quanto na de Doutorado.
    • A critério da Comissão Julgadora da respectiva categoria, algum trabalho pode ser indicado para receber Menção Honrosa.
    • Todos os alunos autores de trabalhos classificados receberão certificado de premiação.
    • O primeiro e o segundo lugares na Categoria Iniciação Científica serão também premiados com a quantia de R$ 750,00 cada.
    • O primeiro lugar na Categoria Mestrado será também premiado com a quantia de R$ 1.500,00.
    • O primeiro lugar na Categoria Doutorado será também premiado a quantia de R$ 3.000,00.
    • Os alunos classificados em 1º lugar nas categorias de Doutorado, Mestrado e em 1º lugar na categoria Iniciação Científica terão as despesas com deslocamento dentro do Brasil, hospedagem e alimentação cobertas pela SBMAC ou pelo patrocinador do prêmio, de forma a participar do CNMAC e apresentar os respectivos trabalhos premiados em Sessão Técnica específica do XXXIV CNMAC. Espera-se que esses alunos aproveitem essa oportunidade para participar amplamente das atividades do CNMAC. Só serão pagas as despesas dos alunos que participarem pelo menos 03 dias do evento.
    • Os trabalhos classificados em 1º lugar nas categorias de Doutorado, Mestrado e em 1º e 2º lugares na categoria Iniciação Científica serão incluídos nos Anais do CNMAC 2014 (em suas versões finais, como as encaminhadas para os Coordenadores das Comissões Julgadoras).
  6. Submissão de Trabalhos para o Prêmio Beatriz Neves
    • Os trabalhos devem ser enviados para o Coordenador do prêmio em uma forma impressa juntamente com uma cópia digital (em CD-ROM, com os arquivos correspondentes no formato PDF).
    • O aluno deve, obrigatoriamente, enviar junto com o trabalho um comprovante indicando a fase em que se encontra no seu curso de Graduação.
    • A SBMAC sugere que, pelo menos, uma carta de recomendação, preferencialmente do(s) orientador(res) seja enviada junto com o trabalho.
  7. Submissão de Trabalhos para o Prêmio de Pós-Graduação
    • Duas cópias impressas do trabalho deverão ser encaminhadas para o Coordenador do prêmio de cada categoria (Mestrado e Doutorado), juntamente com uma cópia digital (em CD-ROM, com os arquivos correspondentes no formato PDF).
    • Os alunos devem enviar, junto com o trabalho, um comprovante da defesa emitido pela secretaria do curso de Pós-Graduação. Se a defesa ocorrer após o dia 20 de março de 2012, o comprovante poderá ser enviado até o dia 15 de abril.
    • A SBMAC sugere que pelo menos duas cartas de recomendação, preferencialmente dos membros da banca de defesa, sejam enviadas por e-mail (formato PDF) diretamente para o Coordenador do prêmio.
  8. A data limite para submissão de trabalhos de Iniciação Científica, dissertações de Mestrado e teses de Doutorado para os prêmios da SBMAC é 31 de março de 2012.
  9. Dúvidas podem ser encaminhadas para o endereço eletrônico: [email protected]
Esc para fechar

Guilherme de La Penha



De La Penha (1942-1996) graduou-se em 1964 na PUC-RJ, obtendo o grau de Mestre pela mesma escola.

Recebeu bolsas da CAPES, CNPq e Conselho Britânico. Foi aluno do Departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica da Universidade de Cambridge na Inglaterra (1965-1966). Transferiu-se em 1966 para a Universidade de Houston onde completou seu Doutorado em Engenharia Mecânica. Em 1968 fez o pós doutorado no Departamento de Matemática da Universidade Carnegie Mellon, Pittsburgh, USA, onde teve oportunidade de trabalhar com G. Trusdell e M. Gurtin, entre outros. Daí seu interesse por Mecânica dos Meios Contínuos, parte da Física Matemática que procurou desenvolver ao retornar ao Brasil em 1969 como professor da COPPE. Nesta ocasião organizou seminários sobre vários aspectos da Física Matemática, tendo orientado dois alunos que concluiram o Mestrado na COPPE. Após a conclusão do Mestrado, estes alunos foram, por De La Penha, encaminhados ao exterior, onde concluiram seus doutorados e, retornando ao Brasil, ocupam posições destacadas em nossas universidades. Na época em que trabalhou na COPPE organizou o Programa de Engenharia Matemática, no qual vários alunos se engajaram.

Tendo sido nomeado Diretor Pró Tempore do Instituto de Matemática da UFRJ em 1971, trouxe consigo o Programa de Engenharia Matemática com seus professores e alunos, iniciando o Curso de Pós Graduação no IM-UFRJ, aos níveis de Mestrado e Doutorado, evoluindo para a atual situação do Instituto que, na época, atravessava período difícil por falta de planejamento. Esta unidade da UFRJ representava a fusão de todos os Departamentos de Matemática das Escolas e Faculdades da Universidade do Brasil. Assim, a criação da Pós Graduação por De La Penha colocou o Instituto no caminho do ensino em nível universitário associado à pesquisa básica. Reconhecido pelo CNPq, possibilitou o financiamento pela FINEP. Foram alocadas bolsas de Pós Graduação da CAPES, do CNPq e FINEP.

Aos 11 de janeiro de 1973 foi nomeado, por decreto do Presidente da Republica, Diretor do IM-UFRJ para um mandato de 04 anos. Durante este período participou ativamente da organização de um congresso internacional sobre Mecânica do Contínuo e Equações Diferenciais Parciais, realizado em agosto de 1977 no Instituto. Este evento contou com a participação de reconhecidos pesquisadores das duas àreas. As conferências e mini cursos desta reunião científica foram publicadas sob o título: "Contemporary Developments in Continuum Mechanics and Partial Differential Equations"- North-Holland, Math. Studies, Vol.30, 1977, Amsterdan, contendo 612 páginas. Foi comentado nos periódicos: Journal of Fluid Mechanics Vol.98, 1980 e Mathematical Reviews, Vol.18a, 1980. Este simpósio foi um marco significativo na evolução da instituição. Equipes de pesquisa foram fortalecidas e hoje, bem robustas, desempenham papel fundamental no ensino e na pesquisa básica bem como na administração do IM.

A pós graduação do IM foi credenciada pelo Conselho Federal de Educação em sua reunião de 09 de abril de 1976. O credenciamento foi para o Mestrado em Matemática Pura e Aplicada e para o Doutorado em Matemática. Este acontecimento deixou De La Penha muito satisfeito a ponto de me oferecer um livro com a dedicatória:"Ao L.A. pela contribuição que tornou possível o credenciamento de nossa P.G. assina G. De La Penha".

Concluido seu mandato como diretor do Instituto, foi para o setor de Matemática da FINEP e daí assumiu várias outras posições de destaque na administração pública. Quando faleceu, ocupava a direção de Programas Espaciais da Secretaria de Assuntos Estratégicos.

Fica assim Guilherme, interrompida nossas conversas sobre d'Alembert, Euler e a primeira equação diferencial parcial. Você fez muito e eu continuarei "olhando os lírios do campo".